20/01/2015 às 00:00:00
Municípios

Moradores de Cristino Castro fazem manifestação contra falta de segurança

Com pneus queimados, os moradores obstruíram a BR-135 por três horas durante a manhã desta terça-feira(20).

Cerca de 100 pessoas foram às ruas da cidade de Cristino Castro reivindicar contra a falta de segurança no município. Os moradores obstruíram as vias da BR-135 com pneus queimados por três horas durante a manhã desta terça-feira (20), das 09 às 12 horas, causando um engarrafamento de 10 km na pista.

Segundo os manifestantes, a cidade está sendo palco de permanentes assaltos porque a delegacia está abandonada e nenhum policial faz ronda pelo município. Porém, na última sexta-feira (16), um mototaxista identificado como Romeu Dias de Sousa foi assassinado durante uma tentativa de assalto a um posto de combustível, fato que teria motivado a manifestação.

“Vivemos sem nenhuma proteção, estamos sujeitos a assaltos constantes, mas foi após a morte do mototaxista que a população se mobilizou e optamos por ir às ruas com o intuito de chamar a atenção para a realidade que estamos vivendo”, conta o morador José de Oliveira. José ainda acrescenta que, no Sul do Piauí, apenas a cidade de Cristino Castro e Redenção de Gurgueia não têm policiamento.

A polícia do município de Bom Jesus, distante cerca de 50 km de Cristino Castro, foi chamada para conter a manifestação. De acordo com o capitão Valter, comandante da guarda municipal de Bom Jesus, assim que a polícia chegou ao local, os moradores se dispersaram e deram fim à manifestação.

“Ninguém veio nos comunicar o motivo que levou os moradores a manifestarem. Uns dizem que é por conta da falta de segurança, outros dizem que é por causa da atual gestão. Em cidades pequenas é muito comum esse tipo de atitude motivada por questões políticas, porque geralmente a cidade é bem dividida entre os que apoiam e os que condenam o prefeito”, conta o capitão.

Fonte: PortaloDia
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Comente usando o Facebook
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

FACEBOOK

 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© Copyright 2012 - 2017. Todos os direitos reservados.
  topo