.


FAVORITOS

ATUALIZAR PÁGINA

PÁGINA INICIAL


i

» Geral

'Estadão' mostra organização do PCC no país e revela que onze presos da facção estão no Piauí

Os 11 membros do Primeiro Comando da Capital aguardam decisão da Justiça Piauiense, depois dos crimes em que se envolveram.



Onze integrantes da poderosa facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) com quartel general em São Paulo, e que tem atuação em todo o Brasil e até no Paraguai, estão recolhidos em presídios do Estado do Piauí, onde eles foram presos depois de se envolverem em assaltos a bancos e outros crimes.

Os 11 membros do PCC no momento aguardam decisão da Justiça Piauiense, depois dos crimes em que se envolveram. A informação de que os 11 integrantes do Primeiro Comando da Capital estão presos no Piauí foi divulgada na última quarta-feira (26), pelo Jornal Estadão, de São Paulo.

De acordo com a reportagem do Estadão, o PCC fez um censo da organização criminosa em todo o Brasil, inclusive citando os nomes de alguns chefes da facção e as suas obrigações na organização, que já aterrorizou e continua aterrorizando com os seus crimes em todo o País.

De acordo com o mapeado feito pelo setor de organização da facção criminosa denominado Sintonia Geral dos Outros Estados, atualmente, o PCC tem 7 mil e 800 integrantes em todo o Brasil, sendo que destes, 6 mil estão presos em vários Estados Brasileiros. Continuam soltos, 1 mil 800 membros da organização criminosa, que é acusada de ter executado vários policiais em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Por meio do censo foi possível verificar que os dois Estados além de São Paulo, onde a facção tem o maior número de adeptos são Paraná com 545 presos e Mato Grosso do Sul com 469 integrantes presos à disposição da Justiça. A forte presença da facção no Paraná tem dois motivos principais. O primeiro é histórico. Nos anos 1990, seis integrantes da cúpula da facção, entre eles José Márcio Felício, o Geleião, um de seus fundadores, foram enviados pela Administração Penitenciária de São Paulo para o Estado vizinho em uma tentativa de desarticular o bando. Em vez disso, os criminosos fundaram ali o Primeiro Comando do Paraná (PCP) e passaram a dominar o sistema prisional do Estado, liderando rebeliões e fugas.

Além do enraizamento nas cadeias, o outro motivo para a forte presença da facção é o fato de o Estado servir de rota para o tráfico de drogas. Logo ao lado, no Paraguai, está baseado um dos maiores fornecedores de cocaína para a organização: trata-se de Carlos Antônio Caballero, o Capilo. Foi com Capilo em 2008 que o PCC firmou seu primeiro acordo com um traficante internacional. O diário de Wagner Roberto Raposo Olzon, o Fusca, foi apreendido naquele ano pela Polícia Federal e revelou os detalhes do acerto para o envio de drogas do Paraguai e da Bolívia para a facção paulista.

Em 25 de maio de 2010, no começo de uma investigação feita sob o comando do então secretário da Segurança Pública do Paraná, Antônio Ferreira Pinto, o acusado Samuel Augustino Roque, o Tio Pec, recebeu um telefonema no qual lhe foi passada uma ordem da Sintonia Final Geral do PCC, a cúpula da facção. O "salve" dizia que a facção não devia se preocupar apenas em dominar o crime organizado na faixa de fronteira do Paraguai, mas todo o país por meio do "fortalecimento do PCC, da conscientização de companheiros e outros criminosos".

Depois de São Paulo e Paraná, o Estado que concentra a maior quantidade de membros da facção é o Mato Grosso do Sul. Naquele Estado, o bando mantém 558 integrantes, dos quais 469 estão em penitenciárias e 89 são foragidos. O Estado ocupa essa posição na geografia do PCC em razão de sua importância como rota de passagem da droga que vem do Paraguai e da Bolívia para o Estado de São Paulo. Dominando o Estado, o PCC consegue tornar o território em uma área hostil para as facções rivais paulistas ou para outros grupos organizados que tentem desafiar seu poder. Esse seria o caso de bandos como o Comando Revolucionário Brasileiro da Criminalidade (CRBC).

Estrutura do PCC

As interceptações telefônicas já reuniram milhares de áudios nos quais os integrantes da Sintonia Final Geral do PCC negociam a compra de fuzis, pistolas e drogas para a facção. Em um telefonema, por exemplo, flagrado em 17 de outubro de 2010, Roberto Soriano, o Tiriça, conversa com Tio Pec e faz as contas: só em sua reserva de armas a facção tinha naquele dia 55 fuzis, 3 metralhadoras calibre .30, 100 pistolas e 15 carabinas.

No fim do ano, a facção teria alçado a marca de uma centena de fuzis - a meta era atingir um total de mil fuzis e usar o Rio como território para treinamento de tiro. Para evitar a ação das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), a cúpula do PCC decidiu descentralizar o paiol do grupo. Cada seção da facção devia manter cinco fuzis e uma quantidade um pouco maior de pistolas. Também devia ter em cada região uma casa com um "mineral" enterrado - a reserva de R$ 1 milhão usado para compras de emergência do grupo.

Todas as decisões estratégicas da facção são tomadas pela Sintonia Final Geral. Composta por Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, e outros sete criminosos, os bandidos têm um grupo de suplentes. Trata-se do Apoio da Sintonia Final Geral, formado por nove bandidos, entre eles o sequestrador Paulo Cézar Souza Nascimento Júnior, o Paulinho Neblina.

Foi Neblina quem substituiu Tiriça, o único integrante da Sintonia Final Geral que não está detido na Penitenciária 2 de Presidente Venceslau. Tiriça foi mandado em novembro de 2012 para a Penitenciária Federal de Porto Velho, em Rondônia, depois de ter sido flagrado ordenando ataques a policiais militares no Estado de São Paulo.

Os criminosos alegavam que os atentados eram retaliações por causa de supostas execuções praticadas pela Rota contra integrantes do PCC. Ao todo, 104 PMs foram assassinados em 2012. No Piauí, os 11 integrantes do PCC que estão em presídios já chegaram a participar de rebeliões. Os membros do PCC que permanecem presos no Estado do Piauí, sempre são transferidos de um presídio para o outro, no sentido de evitar rebeliões e fugas.
 

Fonte: gP1

Imprimir Comunicar Erro Início

DEIXE SEU COMENTÁRIO
Comente usando o Facebook
 
 
Publicidade:



Facebook »


 

Últimas Notícias »


[ 22/08 ]

Neymar sofre lesão em treino e é duvida para estreia no Espanhol


[ 22/08 ]

Município de Caracol comemora 67 anos de emancipação política


[ 21/08 ]

Meu pai chorou como uma criança, diz novo goleiro da seleção


[ 21/08 ]

Em vídeo inédito da campanha de TV, Campos enaltece Marina e ataca PT


[ 21/08 ]

Paulo Guimarães está proibido de sair do país; Polícia Federal recolhe seu passaporte


[ 21/08 ]

Confira a programação oficial para festividades de S.R.Nonato


[ 21/08 ]

São Raimundo Nonato recebe palestra da CEDrogas para o combate ao uso de drogas


[ 21/08 ]

'Se não aprender leva 7 de novo', desabafa Daniel Alves


» ver todas as notícias


PARCEIROS:

Portal Rio Longá | 360 Graus PI |


© Copyright 2012 - 2014. Todos os direitos reservados.

 

contato | seja parceiro | anuncie no site | click eventos

Desenvolvido por: Ítalo Leandro